Nova legislação da UE sobre informações de alimentos aos consumidores

O novo regulamento da UE 1169/2011 sobre o fornecimento de informações de alimentos aos consumidores altera a atual legislação sobre a rotulagem de alimentos nos países da UE.
Esta deve entrar em vigor a 13 de dezembro de 2014.
Por conseguinte, uma das variações que a Ferrero começará a aplicar nos países da UE até agosto de 2014 será indicar o tipo de óleo vegetal e gordura utilizados no rótulo dos seus produtos.

Na produção de muitos produtos Ferrero, utilizam-se óleos vegetais e gorduras. Um destes é o óleo de palma (indicado como “gordura de palma” na lista de ingredientes, segundo as normas técnicas em vigor em Portugal), um dos mais importantes óleos vegetais em todo o mundo, que é extraído através do aquecimento e prensagem a polpa da fruta. O óleo de palma pode ser adaptado em diferentes quantidades aos requisitos de cada receita, sem se recorrer ao processo de hidrogenação.
Também contribui para o equilíbrio entre os outros ingredientes, realçando o seu sabor, uma vez que é inodoro e insípido, após o processo de refinação e ajuda a manter o sabor do produto ao longo de toda a sua duração de armazenamento, devido à sua maior estabilidade à oxidação em comparação com outros óleos vegetais.

O Grupo Ferrero está atualmente a obter óleo da fruta de palma da Malásia, Papua-Nova Guiné e Brasil.
Visto que a Ferrero atribui uma grande importância à rastreabilidade desta matéria-prima, o grupo é um membro ativo do “Roundtable for Sustainable Palm Oil” (RSPO www.rspo.org) desde 2005. A RSPO é uma associação composta por várias partes interessadas que foi criada em 2004, para o desenvolvimento e utilização sustentáveis do óleo de palma.
Até ao final de 2014, os produtos Ferrero serão produzidos com óleo de palma segregado 100% rastreável certificado pelo RSPO, quase um ano antes da nossa programação inicial. Segregado significa que o óleo de palma é totalmente rastreável desde as plantações originais até à linha de produção.

Além disso, a responsabilidade da Ferrero não pára nesta obtenção de certificação, o que constitui apenas o primeiro passo para cumprir com as expectativas dos nossos funcionários e consumidores. Optamos por reforçar o nosso compromisso de obter óleo de palma responsavelmente através do Protocolo de Óleo de Palma da Ferrero, para comprarmos o óleo de palma a partir de fontes conhecidas sem contribuir para a desflorestação, extinção de espécies, elevadas emissões de gases com efeito de estufa e violações dos direitos humanos. A Ferrero desenvolveu uma metodologia com TFT (anteriormente The Forest Trust www.tft-forests.org) para avaliar quão bem o Protocolo está a ser implementado pelos nossos fornecedores e para ajudar os produtores a avançar para além dos requisitos do RSPO.



Para quaisquer outras informações, entre em contacto com os serviços locais ao consumidor, que estão à sua disposição para todas as questões.


Leia mais:
Perguntas frequentes Óleo de Palma
Perguntas frequentes Óleo de palma nos nossos produtos
Visite Kinder.com
Visite Nutella.com
Visite Ferrero CSR