HISTÓRIA

…feita de homens, ideias e muitas especialidades gulosas

O grande protagonista do desenvolvimento do Grupo é Michele Ferrero. A sua vontade de fazer e criar novos produtos, sempre com ideias vanguardistas, revolucionou os costumes alimentares de milhões de consumidores.

Graças à constante e eficaz colaboração da sua esposa, Maria Franca, foi o primeiro industrial italiano do pós-guerra do sector da pastelaria a abrir fábricas e sedes operacionais no estrangeiro, convertendo a empresa num Grupo realmente internacional.

Devemos recuar até aos anos 40 para podermos descobrir as raízes deste êxito. Época em que os senhores Piera e Pietro, os pais de Michele, conseguiam transformar uma pastelaria numa fábrica.

Estes decisivos primeiros passos foram dados graças aos produtos “inventados” por Pietro Ferrero e pelo seu filho Michele, ainda muito novo naquela altura. Outro factor de sucesso foi a eficaz rede de vendas organizada por Giovanni, irmão de Pietro, falecido prematuramente em 1949.

E agora, a história da Ferrero chega à terceira geração. Pietro e Giovanni Ferrero, filhos de Michele e Maria Franca, trabalharam lado a lado durante mais de dez anos como directores gerentes do Grupo. Em Abril de 2011, Pietro Ferrero faleceu tragicamente na África do Sul durante uma missão humanitária, inspirada e dirigida por ele próprio, com o objectivo de relançar as Empresas da Companhia Ferrero.

Hoje, Giovanni Ferrero continua à frente da empresa com muito sucesso, com o propósito de conseguir objectivos ainda mais ambiciosos, sem esquecer a enorme motivação e inspiração partilhada com os seus pais e irmão. Hoje, assim como ontem, a estrutura da empresa fundamenta-se em sólidos valores familiares.

Resumindo, por trás da marca, da facturação e da expansão de uma empresa multinacional, está a história de uma brilhante e perseverante família de Piamonte que se alimenta, no seu extraordinário crescimento, do lema da Fundação Ferrero: “Trabalhar, criar, doar”.